Infinito ao (meu) redor

cool stuff  71 | via Tumblr

Quando a noite cai, reflito

Sobre o infinito que ronda o céu

São galáxias e universos distantes

Que nos cobrem com um tênue véu.

 

O que desejo para o futuro: quem sabe?

A insanidade do presente é o que determina

São atos e palavras não ditas

Multiplicados pela incerteza da minha sina.

 

Se me procurarem daqui a alguns anos,

Talvez me perguntem

O peso dos danos.

 

Do que é feita a nossa vida,

Senão de instantes?

Nossos destinos são inconstantes.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s