Razões desconhecidas

Tumblr_me5jsdluj31rhmxy6o1_500_large

O relógio marcava cinco horas. Hora de buscar a Clarinha na escola de natação. Helena estava sentada em uma das cadeiras da cafeteria, saboreando seu delicioso café expresso como se fosse o último de sua vida. Sempre fazia isso. Olhava as notícias no jornal não muito interessada. Violência por todos os cantos. Ela se contentava com as tirinhas do Garfield ou do Recruta Zero para alegrar-lhe o dia. Levantou-se, pagou o “café dos sonhos” e dirigiu-se para a porta, a qual a levaria para a fatídica rotina de sempre, se não fosse pelo fato de um sujeito apressado quase derrubar-lhe. Ele a segurou pelo braço, um tentativa de desculpas pelo mal jeito, e olhou-a nos olhos. Olhos que há muito serviram de consolo para os desabafos dele.

– Helena, eu não… – Gustavo não sabia o que dizer. Ela havia mudado muito durante todo aqueles anos. Cabelo mais curto, um pouco mais magra, mas o olhar era o mesmo velho conhecido. – Me desculpe, eu vim correndo e…

– Sei. – foi tudo o que ela sussurrou. Ele também mudara. O cabelo mais escuro emoldurava aquele rosto que antes havia recebido os afagos das mãos dela. O perfume dele era o mesmo desde o dia em que se conheceram.

Um flash back simultâneo passou pela mente dos dois. As risadas na praia, os passeios de carro, as paisagens, os cheiros, as promessas de um futuro repleto de alegrias e sonhos concretizados. As brigas pela escolha do sabor da pizza, os beijos apaixonados quando finalmente chegavam a uma decisão, as manhãs preguiçosas nas quais tomavam café na cama e assistiam desenhos animados na televisão. As ligações de boa noite, os carinhos. O fato de se amarem. Tudo aquilo foi levado por uma enxurrada de incertezas, desconfianças e pensamentos deslocados. Mas, na verdade, o término do noivado ocorreu por razões desconhecidas a ambos. Talvez não era para ser.

– Eu preciso ir agora. – ela disse, as memórias do passado desfazendo-se na mente dos dois como poeira ao vento.

Cada um seguiu um rumo diferente como antes. Apenas meros conhecidos.

Anúncios

2 thoughts on “Razões desconhecidas

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s