Epílogos e finais: O Fim

“Feitos um pro outro, feitos pra durar…”, um trecho de música perdido no espaço confuso da minha mente ecoava.

E aqui estou, sentada no mesmo lugar do metrô em que conversamos pela primeira vez. O tempo lá fora é frio como o meu coração. Não há ninguém além de mim no vagão e a solidão é minha única companheira agora.

Lembro-me daquela nossa primeira briga. Quem lavaria os pratos? Você me ouviu esbravejar por meia hora e me interrompeu com um beijo. Minha raiva inconsequente e sem fundamento se desfez como um floco de neve caído no deserto.

Acho que você cansou de mim, não é? Tantas brigas por coisas à toa, tantas lágrimas derramadas sem necessidade. Era para sermos mais felizes do que qualquer outro casal no mundo, mas não: eu insisti em enxergar coisas sem relevância alguma e, com isso, ficar brava com você.

Peguei meus cd’s, meus livros, minhas roupas, meus pensamentos e meu coração. Não se preocupe comigo, ficarei bem qualquer dia desses.

Espero que você encontre alguém que realmente te valorize. Você merece. Ela pode estar em um café qualquer tomando uma xícara do seu chá favorito. Ou numa loja de discos, ouvindo sua música preferida dos Smiths. Você sorrirá o seu seu sorriso mais lindo e tudo ficará bem novamente. Espero, do fundo do meu coração, que dê certo.

É só uma questão de tempo.

Enquanto isso, seguirei minha vida, relembrando cada parte preciosamente perfeita do nosso curto tempo juntos.

Todo epílogo tem o seu final. Infelizmente o nosso não foi feliz…

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s