Uma “Fada-Bruxa” nada convencional

Moro em Manchester há dois anos. Trabalho numa lanchonete suja que fica no subúrbio e sou atormentada por pesadelos à noite. Não tenho namorado, sou míope, não curto ir para festas e sou filha de uma fada e um bruxo – não pense que eu sou especial por isso. Ah, e a propósito, me chamo Clara.

Quando eu nasci, uma guerra estava acontecendo na “Ilha das Fadas” onde eu morava. Meus pais, muito cuidadosos, se prontificaram em me deixar aos cuidados de uma tia-fada que morava em Londres.

Você deve estar pensando “nossa, ela deveria se orgulhar de ser um híbrido de bruxa e fada, deveria usar seus poderes para salvar o mundo e blá blá blá”. Pelo contrário. Eu não tenho poderes.

Dou graças aos céus quando chego do trabalho, tomo banho e deito no meu sofá rasgado com uma caneca de chocolate quente e um livro. Essa é a única alegria da minha vida.

Minha tia faleceu há dois anos e por isso me mudei para cá. Parece que ninguém aqui vai muito com a minha cara. Só o senhor que vende jornais em frente ao prédio caindo aos pedaços em que eu moro. Ele parece ter um bom coração.

Tenho uma paixão secreta que provavelmente nunca vai sair do meu imaginário: Brandon é o tipo de garoto que faz qualquer pessoa se sentir bem – inclusive eu, a amiga atormentada. Sim, ele é meu melhor amigo. Felizmente (ou seria infelizmente?).

Gosto de imaginar diálogos mentais, na maior parte das vezes, com Brandon. Nos meus pensamentos, sempre estamos conversando em um lugar calmo, silencioso e confortável. Estamos sentados em um sofá, ele me olha de um jeito que faz eu me sentir amada e aquecida ao mesmo tempo. Ele tira uma mecha de cabelo que cai sobre meu rosto da forma mais suave que consegue e, se aproximando cada vez mais de mim, rouba um beijo meu daqueles de tirar o fôlego.  E eu me afundo no abismo do seu abraço.

É nesse ponto que meus pensamentos são interrompidos. Geralmente por algum freguês que chega à lanchonete ou por uma pilha de pratos cheios de gordura na cozinha.

Essa é minha vida.

Entediante, em certos pontos, perfeita em outros (dê o crédito da parte perfeita ao Brandon – ele é o único que me faz rir).

Por isso garotas, não é porque você é filho de seres mágicos que sua vida deve ser obrigatoriamente mil maravilhas. Às vezes, muitas de vocês sonham com um príncipe-encantado-açucarado quando na verdade o garoto certo está ao seu alcance e você não o nota – e olhe que ele dá de dez à zero em príncipes de contos de fadas.

Bem, já me estiquei muito por aqui. Tenho que voltar ao serviço e em seguida ir para casa. Hoje é quarta-feira, “Dia do Filme e da Pizza de Peperone” e o Brandon vai aparecer. Torçam para o meu lado “bruxa-fada” florescer. Talvez assim eu conquiste mais um pouquinho de amor.

Anúncios

2 thoughts on “Uma “Fada-Bruxa” nada convencional

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s